3 Coisas que aprendi com a minha mãe

Algumas das coisas mais importantes da vida, aprendemos em casa. Ensinamentos que podemos levar para a vida toda.

Neste Dia das Mães, temos um post muito especial para vocês. Esperamos que gostem!

ensinamentos-de-mãe-corretorvip

“3 Coisas que aprendi com a minha Mãe”

  • Seja o melhor que você pode ser

Minha mãe sempre disse: “Faça o que tem que ser feito, mas dê o seu melhor”.

No nosso caso, acho que “dê o seu melhor” significa trabalhar com ética, não ser egoísta e se preocupar com os nossos clientes.

Na hora de vender um imóvel, é importante pensar no cliente como se fosse você mesmo e se empenhar para oferecer o melhor atendimento possível. Com seus parceiros não é diferente. Ter ética é agir com transparência e profissionalismo, é cumprir o que foi combinado. Eles também merecem que você dê o seu melhor. 

Assim você vai construir relacionamentos com seus clientes e parceiros. E isso minha mãe também me ensinou: relacionamentos entre pessoas é a coisa mais valiosa da vida.

Então é melhor que escolhamos ter um relacionamento bom, não é?

  • Falar é prata. Ouvir é ouro.

Quando somos bebês e ainda não sabemos falar, só nos resta ouvir. E é esse o momento em que aprendemos mais rápido. Se você é pai ou mãe, vai concordar: rapidamente eles já sabem dançar a música da galinha pintadinha e você tem que tomar cuidado com o que diz ou faz, porque eles vão copiar e isso é fato. Mas depois que aprendemos a falar, adoramos e não paramos mais. O que pára (ou diminuí) é o interesse no outro, o aprendizado e por aí vai.

Muitas vezes queremos tanto realizar a venda, que ficamos surdos diante da real necessidade ou desejo do nosso cliente. Normalmente falamos muito, ainda mais quando conhecemos profundamente um assunto. No entanto, mesmo que você saiba tudo sobre o imóvel, é necessário ouvir o que o cliente deseja para atender ao que ele quer e não ao que VOCÊ acha ideal.

Afinal, não é atoa que temos uma boca e dois ouvidos né?

  • Não controle suas expectativas. Controle suas frustrações.

Quantas pessoas falam que é melhor não elevar a sua expectativa para depois não se decepcionar?

Eu tive um ensinamento um pouco diferente, mas que fez muita diferença no resto da minha vida. Aprendi que sonhar pequeno dá o mesmo trabalho que sonhar alto. Que arriscar, vale a pena. Que devo acreditar que as coisas vão dar certo, torcer e trabalhar muito para isso.

E se der errado? Temos que aprender a gerir as frustrações e aprender com isso. São as frustrações que deixam a gente decepcionado quando alguma coisa dá errado. Por isso, temos que aprender a controlá-las, tirar o melhor ensinamento disso para seguir em frente. Não estou dizendo que é fácil, mas aplicar a fórmula tem funcionado.

Quando um cliente não fecha, outro aparece com o dinheiro na mão e o trabalho recomeça. Seja o melhor que você pode ser, ouça o que seu cliente tem a dizer para entender o que ele realmente quer e eleve as suas expectativas, acredite que pode dar certo. Se não der, você já sabe: controle suas frustrações, aprenda com as dificuldades e bola para frente.

Post especial do Dia das Mães escrito por: Lívia Rigueiral

Você tem algum ensinamento que aprendeu com a sua mãe? Conte sua história para a gente! Deixe seu comentário!

Abraços,

Equipe CorretorVIP

3 Replies to “3 Coisas que aprendi com a minha mãe”

Comments are closed.