A importância da oratória na venda de imóveis

O corretor de imóveis, assim como todo homem de negócios, está sempre lidando com uma espécie de público, que por sua vez espera ser minimamente entretido e receber informações claras, necessárias para a negociação.

Portanto, a habilidade mais imprescindível para a profissão é a da boa comunicação. Ainda que o corretor tenha o imóvel ideal para certo cliente, ou os melhores negócios em suas mãos, de nada adianta se ele não souber falar com eloquência sobre os mesmos. Vender é transmitir a ideia do produto, fazendo o possível comprador ter confiança nele.

Segurança, confiança e empatia: são três elementos que o cliente deve perceber em quem o atende, e a transmissão desses dependem totalmente de como ele se porta e, principalmente, fala. Mas a fala não depende somente de saber falar, mas de pensar as palavras e organizá-las na melhor forma de seduzir, credibilizar e persuadir.

A oratória é um conjunto de regras que constituem a arte do bem dizer, arte que compreende todas essas três ações. Antes mesmo dessas três, compreende a base da boa comunicação, que é a clareza, o não atropelar-se na fala, a ideia de organizar a mensagem da melhor forma e, ainda, ter uma boa dicção. Estuda ainda o tom usado, pensando na melhor escolha para passar a ideia de confiança, de simpatia, entre tantas outras possibilidades. Sendo uma arte, a graça é justamente não seguir um padrão, mas saber armar-se para cada situação.

Ela toca ainda na apresentação corporal. Oratória, apesar de vir da palavra “oral” é sobre portar-se- e isso implica todo o corpo. O posicionamento do mesmo implica em toda a voz, assim como na imagem que o orador passa. E a imagem afeta diretamente na credibilidade do mesmo, na segurança que ele passa.

No fim, quando falamos de comunicação, estamos tanto de eficiência quanto  de imagem, de reputação. Com uma boa oratória, o profissional torna-se muito mais persuasivo (e portanto eficiente) e bem-apessoado, se relacionando melhor com clientes e outros, podendo estender esse conhecimento ao mercado e usá-lo para formar networking, consolidando sua reputação no meio. Comunicar-se bem é expandir o número de bons relacionamentos, e, como negócios são feitos com pessoas, é expandir também sua chance de bons negócios.

Há muitos cursos de técnicas de comunicação oral e oratória disponíveis, havendo até mesmo um curso gratuito desse tema para corretores no CRECI-SP. Vale pena procurar por estes e aprimorar-se, pensando novas maneiras de se reinventar no mercado.